De quem é a responsabilidade?

de quem é a responsabilidade.jpg

Quero mudar de emprego! Não estou satisfeito com o que ganho! Não me sinto valorizado! Minha vida não está como gostaria que estivesse!Não fiz o curso que queria! Não tenho o relacionamento que tanto sonho! De quem é a responsabilidade? Do governo? Da minha família? Do meu chefe? Da minha empresa?Na maioria das vezes somos tendenciosos a atribuir sim, a esses e a outros incontáveis responsáveis, e acabamos rodando em círculos, sem encontrar o que de fato queremos.

Hora de abrir a cabeça e o coração e avaliar com muito critério essa tal responsabilidade. Apontar para o outro é um caminho muito fácil, contudo muito perigoso.Se está na mão do outro, como posso fazer para gerar a mudança? Continuando agindo dessa forma, acabamos limitando nossa vida e nossos desejos.Vamos, lentamente, engrossando o caldo dos injustiçados e frustrados.A nosso única contribuição passa a ser com aumento desse triste índice.

Mas haveria então outra forma de agir e pensar? Claro e sempre! Trazendo a responsabilidade para si. Elencando os pontos que são favoráveis ou não e mensurando o quanto eu mesmo contribuo para tudo que não me faz bem. Você poderá se deparar com uma parcela pequena, média ou grande, mas nunca não encontrará nada. Com isso, o que antes era inviável, pois estava na responsabilidade do outro agir, passar a ser completamente passível de mudança, uma vez que está em suas mãos.

Trazer a responsabilidade para si, não aumenta a sua carga ou culpa. Muito pelo contrário, trás possibilidades imediatas de mudança. E se é isso que você precisa para alcançar sonhos e desejos, hora de arregaçar as mangas e jogar o jogo do sincero consigo mesmo.

 

Anúncios

O que você quer para sua vida profissional?

Tomar uma decisão nem sempre é fácil. Fazer escolhas implica em perdas. E quando falo em escolhas, essas transitam desde as mais complicadas até as mais simples, como quando escolhemos a roupa que vamos vestir. Ao escolher determinadas peças, deixamos as inúmeras outras para trás, abrindo mão de outras possibilidades. Mas na vida, escolher é necessário e não podemos fugir.A proposta então é nos tornarmos capazes de fazer escolhas de maneira mais assertiva.

O primeiro passo é saber o que se quer. Como posso tomar uma decisão, se não tenho definido, de maneira clara, o que quero e preciso. Não saber torna o processo mais doloroso, uma vez que o índice de insegura é alto. E a bem da verdade, insegurança doí e doí muito! Só sabe quem já sentiu…! Sendo assim, entender suas necessidades levarão você a fazer escolhas de maneira mais positiva.

Podemos sinalizar como segundo passo, a necessidade de se ter um plano. Como vou conseguir o que quero ou preciso? Caso esse roteiro não exista ou o seu “GPS” esteja com defeito de fabricação, a frustração será,  inevitavelmente, sua companheira de viagem. E toda vez que se sentir frustrado, vai parar e perder tempo, afastando a assertividade do seu caminho.

Está satisfeito com minha vida profissional? Quer ou precisa mudar? Sua carreira não está bem desenhada e por isso se sente inseguro? Se as respostas a essas perguntas foram positivas, hora de fazer escolhas. E como você já conhece os passos iniciais, arregace as mangas e mude. Busque orientação para construção de um novo caminho. O que não vale é ficar parado, levando uma vida que não foi feita por você e para você. O poder de decisão é todo seu!

 

 

CHOVENDO VAGAS RESPONDE

cropped-logo-chovendo-vagasO Chovendo Vagas quer aproximar você cada vez mais do mercado de trabalho. 

Envie suas dúvidas sobre como se relacionar melhor com o trabalho. Construir uma carreira é um processo nada fácil, e estamos aqui para apoiar você! 

Você acessa o Chovendo Vagas pelo face, insta, youtube e pelo nosso Blog.

Um abraço e sucesso sempre!  

Superpoder: Pragmatismo

Está ai um super poder que muito importante para nossa vida profissional e pessoal. Ser pragmático nos faz mais assertivos e ágeis. Objetivo no lance é fator de sucesso na certa.Assim como a falta dele pode gerar perdas significativas. Bora pensar juntos sobre?
Esse é o quarto episódio da série “Superpoderes”, inscreva-se e acompanhe em primeira os próximos episódios!

Superpoder: Equilíbrio Emocional

Fazer Gestão das Emoções é mais que necessário para nosso fortalecimento pessoal e profissional. Alerta máximo para capacidade que temos de criar expectativas! Esse é um grande vilão no controle de nossas emoções. Quer desenvolver esse superpoder?Bora lá com Chovendo Vagas!
Esse é o terceiro episódio da série “Superpoderes”, inscreva-se e acompanhe em primeira os próximos episódios!